Produção Mundial de Vinho Atingiu Recorde em 2018

A OIV (Organização Internacional da Vinha e Vinho) divulgou no dia 11 de abril informações sobre produção, consumo e comércio internacional de vinho em 2018.

Os destaques são para o nível excepcionalmente alto de produção – muito distante da histórica baixa produção do ano anterior, a estabilização do consumo e intensificação da internacionalização do comércio.

Em relação ao Brasil, os destaques são para os dados que indicam que o país em 2018 teve queda na produção e que o consumo permaneceu praticamente estável.

Confira um resumo dos principais indicares mundiais e na sequência a tradução que fiz da informação apresentada.
• Área mundial de vinhedos de 7,4 milhões de hectares em 2018
• Crescimento acentuado na produção, que atingiu 292,3 mhl, um aumento de 42,5 mhl desde 2017
• Consumo relativamente estável em 246 mhl
• Comércio mundial de vinho em ascensão: 108mhl negociado em volume e um aumento de 1,2% em valor atingindo 31,3 bilhões de euros

 
Áreas Cultivadas

Em 2018, a área total do mundo coberta por vinhas é estimada em 7,4 milhões de hectares, o que é quase equivalente a 2017. Tem havido um declínio mundial constante na área de vinhedos desde 2014, impulsionado principalmente por reduções na Turquia, Irã, Estados Unidos e Portugal.

Na Europa, estima-se que a área de superfície na Itália tenha aumentado cerca de 5 kha entre 2017 e 2018, chegando a 706 kha. Isto vai contra a tendência em outros países europeus, que estão experimentando estabilização em suas áreas de vinhedos. Dito isto, a Espanha continua a ocupar o primeiro lugar no ranking mundial com 969 kha.

Na Ásia, a expansão dos vinhedos chineses (875 kha) desacelerou após mais de 10 anos de forte crescimento, enquanto a Turquia (448 kha) viu seu tamanho se estabilizar em 2018 após um declínio constante desde 2003.

Nas Américas, a área de vinhedos aumentou particularmente no México, onde alcançou 34 kha.

A área de vinhedos sul-africanos vem diminuindo lentamente desde 2012, para 125 kha em 2018.

Na Oceania, a recente desaceleração nos vinhedos australianos (145kha) parece ter diminuído, enquanto os vinhedos da Nova Zelândia permaneceram mais ou menos estáveis em torno de 39 kha.

 
Produção

Mapa produção mundial 2018Após um ano de produção historicamente baixa em 2017, a produção mundial de vinho aumentou 42,5milh, estimada em 292,3milh, o que está próximo do nível excepcionalmente alto de 2004.

Itália confirmou sua posição como o maior produtor mundial com 54,8. mhl, seguido pela França com 49,1 mhl, e Espanha que produziu 44,4 mhl. No entanto, as condições meteorológicas foram menos favoráveis para alguns países europeus. Em Portugal (6,1 mhl), os focos de míldio e o oídio afetaram os resultados de 2017, embora a produção tenha sido, no entanto, superior à média dos últimos anos. A produção na Grécia (2,2 mhl) e na Bulgária (1,0 mhl) foi baixa.

Os dados disponíveis para a China indicam níveis de produção de 9,3 mhl de em 2018 (-2,3 mhl comparados com 2017).

Os aumentos são contrastantes no continente americano. Estimada em 23,9 mhl (excluindo suco e mostos), a produção de 2018 nos Estados Unidos aumentou em mais de 0,5 mhl em comparação a 2017. A produção na Argentina cresceu 2,7 mhl atingindo um total de 14,5 mhl. O Chile, por sua vez, registrou forte crescimento, com um aumento de 3,4 mhl chegando a um total de 12,9 mhl; O Brasil, por outro lado, teve queda na produção e seu total foi de 3,1 mhl em 2018.

África do Sul produziu 9,5 mhl em 2018 – essa queda de 1,4 mhl em relação a 2017 deve-se ao impacto da seca local.

Na Oceania, a produção australiana permaneceu estável, com 12,9 mhl vinificados. A Nova Zelândia produziu 3,0 mhl, um aumento de 0,2 mhl desde 2017.

 
Consumo

Consumo Mundial 2018

O crescimento do consumo mundial de vinho, estimado em 246,5 mhl de 2018, parece ter estagnado, influenciado principalmente pela queda do consumo na China e no Reino Unido.

Os Estados Unidos, o maior consumidor mundial desde 2011, consumiram 33,0 mhl, um ligeiro aumento em relação ao ano anterior (+1,1%).

Um declínio moderado foi observado na América do Sul, exceto no Brasil, onde o consumo de 3,6 mhl em 2018 mhl permaneceu praticamente estável em comparação com 2017.

O consumo na maioria dos países da Europa permaneceu estável, com exceção da Espanha (onde aumentou pelo terceiro ano consecutivo para atingir 10,7 mhl em 2018), Portugal (5,5 mhl em 2018), Roménia ( 4.5 mhl) e Hungria (2.4mhl).

O consumo de 2018 da China – determinado usando dados de produção, importação e exportação – parece ter caído 6,6% desde 2017, para ficar em 18mhl.

Em 4,3 mhl, o consumo sul-africano também registrou uma ligeira queda. Na Oceania, no entanto, em comparação com 2017, o consumo na Austrália aumentou 6,1% para atingir 6,3 mhl, enquanto na Nova Zelândia permaneceu quase estável em 0,9 mhl.

 
Comércio

O comércio global em 2018 aumentou ligeiramente em termos de volume, com 108 mhl negociados, também houve um aumento de 1,2% em termos de valor, chegando a 31,3 bilhões de euros.

A Espanha continua sendo o maior exportador em volume, com 20,9 milhões de libras, representando 19,4% do mercado global.

A França foi o maior exportador mundial em valor, com 9,3 bilhões de euros exportados em 2018.

As exportações de vinhos em 2018 ainda foram amplamente dominadas por Espanha, Itália e França, que juntos representavam mais de 50% do mercado global em volume, equivalendo a 54,8 mhl.

Os vinhos engarrafados representaram 70% do valor total dos vinhos exportados em 2018. Os vinhos espumantes, por valor, representaram 20% do mercado mundial (apesar de representarem apenas 9% do volume total exportado).

Em 2018, as exportações de vinho a granel (> 10L) diminuíram em volume (-5%), mas aumentaram em valor (+ 3,8%). O vinho BiB (2 a 10L) representou 4% do volume e 2% do valor.

Os cinco principais países importadores – Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos, França e China – representaram mais da metade das importações totais.

Todas as informações e figuras foram divulgadas pela OIV. Confira a divulgação completa no site desta.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s